Erik Machado

FORMAÇÃO

Formação em Artes Visuais, Centro universitário DR. Edmundo Ulson, Araras, SP. Conclusão em 2012

EXPOSIÇÕES+

EVENTOS

•Salão de artes de Araras, 2010;
•Mostra de Artes de Estiva Gerbi, 2011;
•Exposição e oficina de xilogravura no 1° Festival de arte e sustentabilidade de Mogi Guaçu, 2015;
•Exposição no centro cultural Luzearte, em Mogi Guaçu, 2016
•Exposição no espaço alternativo Alquimia Urbana, em Estiva Gerbi, 2017;
•Exposição no Festival "Motiró", na associação Cipó de Saber, em Mogi Guaçu, 2018;
•21° Salão de arte de Mogi Guaçu, 2019 (premiad com o1° lugar em Arte contemporânea);
•26° Festival de Teatro "FETEG" em Mogi Guaçu, SP. 2019 (1° lugar na categoria "Cenário");

•Exposição no Espaço " Villa parmegiana" em Mogi Guaçu, atualmente;

OUTRAS

EXPERIÊNCIAS

• Participação em projetos de produção artística na cidade de mogi guacu durante o período de 2015 até o presente momento.
• Parte do diretório da Associação Coletivo A_rumo, coletivo de professores.
• Um dos fundadores do Coletivo CUCA, Cidades Unidas pela Arte e Cultura, em Mogi Guaçu e região.
• Fundador do coletivo "Formigueiro" em Estiva Gerbi, SP. Direcionado a ações no meio ambiente.
• Integrante do conselho de educaco de Estiva Gerbi ate 2019.
• Integrante do conselho do FUNDEB da cidade de Mogi Guaçu.
• Ativista da educação.

Erik Machado

pintura

Erik Machado é um professor, artista e ativista da educação.

Participa ativamente dos movimentos artísticos, culturais, ambientais e políticos das cidades de Mogi Guaçu e Estiva Gerbi, desde 2014.

Vê na arte o escape para a materialidade da vida cotidiana e alternativa para o básico, o contraponto da vida. Também pensa arte como forma de protesto e opinião, de mudança do espaço, engrenagem política é meio de comunicação social. Arte como mecanismo político e de mudanças.

"A arte deve provocar alguma coisa no eapectador, seja regozijo, alegria, choque, ou alfinetada. Se a arte não diz nada além do belo, não é do tipo me vale" diz o artista .

Erik Machado busca a na arte a crítica ao status quo, ou como forma de comunicação direta com o povo, a quem direciona sua produção. Sua inspiração vem do cotidiano e de tudo que forma a sociedade, portanto, é arte atual, do seu tempo, que representa em tempo real as movimentações do mundo e do país que o rodeia. Pega o que vem de fora, deglute e deve em forma de arte, de imagem e palavras, ambas se casando para consolidar o que o artista pretende dizer.

Branco.png
Vícios vitalícios
Branco.png
Frequência Insana
Branco.png
Branco.png
Branco.png
Branco.png
Branco.png
Branco.png
Branco.png