Léo Shun

FORMAÇÃO

Belas Artes (cursando) - UFRRJ

EXPOSIÇÕES+

EVENTOS

• Difusão do Imaginário, Galeria Bangu by Shun - 2018 (individual);
• SABA - Semana Acadêmica de Belas Artes da UFRRJ - 2019 (coletiva);
• Favelados - produção da UFRJ no Rio Centro - 2020 (coletiva)

OUTRAS

EXPERIÊNCIAS

• O Amor é a Base da Vida - maior mural vertical da zona oeste do Rio de Janeiro, grafitado pelo artista em um prédio com 240 metros quadrados.
• Galeria Bangu by Shun - primeira galeria de arte da região.
• Minha Escola Grafitada - projeto onde realizou oficinas e palestras sobre arte urbana em escolas públicas do subúrbio carioca.
• Documentário Histórias da Vila - documentário sobre a Vila Kennedy, primeiro longa criado sobre a comunidade, premiado pela Secretaria de Cultura.
• Para Tua Glória - livro lançado pela WBooks, em parceria com outros autores.
• Como Deus É - livro infantil ilustrado e escrito em parceria com Lorena Crist, lançado de forma independente e disponibilizado gratuitamente como e-book.

Léo Shun

pintura, desenho, graffiti, colagem, escultura

Leonardo dos Santos (1985, Rio de Janeiro, Brasil), morador da comunidade Vila Aliança em Bangu, zona oeste da cidade. Conhecido como Léo Shun é grafiteiro, artista plástico, designer, ator e escritor, tem como tema central de sua arte a Felicidade que é representada em suas obras a partir de quatro relações humanas: Com Deus, consigo, com as pessoas e com a natureza. Dentro do seu arsenal artístico encontram-se estilos diferentes e originais, com uma linguagem própria, que conversam entre si e enriquecem sua obra através de abstrações, personagens e letras.
Desde a infância Shun utiliza a imaginação e a arte para lidar com conflitos internos e expressar sentimentos e ideias que explodiam em sua cabeça. Aos 4 anos criava desenhos e personagens que habitavam um mundo só seu.
Em sua adolescência conheceu a pichação e anos depois o graffiti.
Introvertido, Shun resistiu muito antes de começar a expor suas obras. Espalhava seus graffitis por toda a cidade, porém guardava secretamente em seu ateliê as suas obras mais íntimas às quais pouquíssimas pessoas tinham acesso. Essas obras expressam, a partir da exploração de diferentes técnicas, o fruto de sua pesquisa sobre a felicidade e as relações humanas, iniciada ainda em sua infância e desenvolvida ao longo de quase 3 décadas de estudo.
Sua arte possui cores vibrantes que dialogam entre si através de formas, traços, respingos e escorridos, criando formas e seres abstratos que se comunicam com o público numa espécie de pareidolia capaz de tocar profundamente. Também é comum encontrarmos em sua obra personagens e letras criados pelo artista.
Em 2018, a pedido de sua esposa, a artista e jornalista Lorena Crist, Shun abriu as portas do seu mundo íntimo e realizou sua primeira exposição intitulada Difusão do Imaginário que recebeu no período de 2 meses mais de 7.000 visitantes.
Ao longo de sua carreira Shun realizou centenas de oficinas de arte em diferentes instituições, desenvolveu projetos culturais importantes como a Galeria Bangu by Shun (primeira galeria de arte da região), o projeto Minha Escola Grafitada onde realizou oficinas e palestras sobre arte urbana em escolas públicas do subúrbio carioca, e recentemente grafitou o maior mural vertical da zona oeste do Rio de Janeiro em um prédio com 240 metros quadrados. Foi premiado no edital Favela Criativa, pela Secretaria Municipal de Cultura, em 2016, e no edital Fazedores do bem pela Ong CIEDS em 2017. Em 2018 recebeu uma moção da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.
Atualmente se dedica de forma integral às artes visuais, se aprofundando cada vez mais nas relações humanas e criando obras que proporcionam uma experiência profunda conduzindo e propondo um olhar sobre a vida de dentro para fora.

Branco.png
Brilho
Branco.png
O Cuidado de Beth
Branco.png
Paisagem
Branco.png
Esperança na Alma
Branco.png
Janela na Lucidez
Branco.png
Esperança
Branco.png
Feliz
Branco.png
Face a Face
Branco.png
Resistência